Fotometria em Contraluz

O contraluz é um condição complicada de fotografar.

A alta luminosidade e o contraste excessivo muitas vezes obriga o uso do flash para reter detalhes importantes nas áreas de sombra e baixas luzes.
Mas existe um desafio maior quando não se usa flash de preenchimento, que é o meu caso particular, pois não uso flash.
Recentemente fiz a foto abaixo e um amigo, o Edgard Thomas, me perguntou se …

“Sei que vc não usa flash; nem de preenchimento. Este resultado de fotometria em contra-luz, com detalhes nas sombras e nas altas, é mágica? “

Não há mágica alguma … mas acontece que a fotometria tem de ser muito afiada e precisa.

Aliada a técnica do UniWB, que eu uso permanentemente, a solução para a grande latitude da cena onde muitas vezes os sensores digitais não se saem bem, me parece melhor nos resultados finais.

Posso estender ao máximo a zona de altas luzes e mesmo assim reter detalhes importantes nas zonas de médias e baixas luzes, sem criar ruídos prejudiciais.

O que prova que por trás de algumas cenas consideradas simples, detalhes importantes e técnica adequada na maioria das vezes determinam um resultado muito satisfatório, mas que podem passar despercebidos a leigos e àqueles que não acreditam no estudo à serviço da plenitude.

Anúncios

4 comentários sobre “Fotometria em Contraluz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s