Eu te adoro … mas não gosto de mim …

O título é apenas uma brincadeira, mas que se vale bem de uma peculiaridade quase que unânime aos fotógrafos:

Gostamos, adoramos, amamos fotografar os outros.
Mas quando é com a gente …

Eu

Seja um autorretrato, seja uma foto feita por um terceiro, parece que fotógrafos odeiam ser fotografados e fogem da câmera alheia como o diabo foge da cruz.
Sou o perfeito exemplo disto.
Não me acho fotogênico, não me sinto à vontade sendo fotografado e não curto muito  fazer autorretratos.

Faço alguns, claro, em situações onde a brincadeira prevalece.

Talvez seja este o mote para nós aprendermos a respeitar as pessoas que não gostam de ser fotografadas e nunca roubar fotos e fazê-las sem o consentimento dos retratados.
É olhando para dentro que conseguimos perceber o sentimento que se passa do “lado de fora”.

Bons retratos.
Ótimos autorretratos … se você conseguir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

***
Obrigado por ver.

Captura das imagens: Lentes mecânicas diversas.

Anúncios

12 comentários sobre “Eu te adoro … mas não gosto de mim …

  1. Não sei, Peri… Fotografo-me com alguma frequência. Antes estranhava mais isso, agora estranho bem pouco. Penso que esse retrato de si mesmo é interessante porque aprendemos sobre o outro lado da câmera, mas, sobretudo, aprendemos sobre nós mesmos. Para mim é um objeto extremamente disponível, então por vezes estou em casa, sozinho e me fotografo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s